religião e moral

de Maria Gil e Miguel Bonneville

 

Para a construção dramatúrgica desta palestra-performance revisitaremos as nossas idas à catequese, as experiências místicas da infância, o reportório do coro da missa de sábado à tarde, e a prática budista; confrontando memórias com o conceito de anomia social desenvolvido por Émile Durkheim, que aponta a perda de identidade nas sociedades actuais como um fenómeno consequente da diminuição do impacto religioso nas nossas vidas.

FICHA ARTÍSTICA

Criação e Interpretação: Maria Gil e Miguel Bonneville
Espaço Cénico: Pedro Silva e João Miller Guerra
Apoio Dramatúrgico: Filipa Reis
Produção: Vanda Cerejo, Cristina Correia, Teatro do Silêncio 2018
Fotografia e Registo Vídeo: Joana Linda
Co-Produção: Negócio/ZDB, Temps d’Images

O Teatro do Silêncio é uma estrutura apoiada pela República Portuguesa-Cultura/Ministério da Cultura – Direcção-Geral das Artes e pela Junta de Freguesia de Carnide.

 

 

DATAS

Estreia
2019

Outras Apresentações
23 de Setembro 2017, Autobiografia Espiritual, Leitura Encenada, Casa da Cultura, Setúbal