avieiras, viagem de Lamas

de Maria Gil

um espetáculo que parte de uma pesquisa etnográfica para criar uma ficção a múltiplas vozes

Sinopse

Avieiras, viagem de Lamas é a continuação de um trabalho de pesquisa etnográfica que Maria Gil tem vindo a desenvolver desde 2018, aquando da criação da palestra performance, Mulheres em Terra, Homens no Mar.

Através de um trabalho de pesquisa e de recolha de testemunhos junto de mulheres avieiras, criam-se ficções e momentos performativos que evocam o lugar da mulher na cultura avieira e a sua transformação até aos dias de hoje.

O espetáculo evoca ainda a viagem que a jornalista Maria Lamas realizou nos anos cinquenta do século XX para escrever o seu monumental livro, As Mulheres do Meu País.

 

Excerto, As Mulheres do Meu País de Maria Lamas

«Desembaraçadas e aguerridas, as mulheres da Praia de Vieira são das mais corajosas, na luta pela vida, e também das mais sacrificadas. Para elas não há limite de trabalho nem escolha de tarefas…»

«A avieira é verdadeiramente, a camarada do marido, a sua companheira de todas as horas, trabalhando com ele e suportando as mesmas agruras que ele suporta. Não é camponesa nem nasceu na região. Veio de longe, da praia de Vieira, mas fica ali, às vezes, o resto da vida. O lar é o barco, no barco lhe nascem os filhos, e raramente consegue construir uma casa – suprema aspiração de todas. Quando o rio não lhe dá peixe e a fome é a mais trágica realidade, a avieira vende fruta, trabalha no campo ou no que lhe apareça. É das figuras mais impressionantes e corajosas do nosso povo!»

Maria Lamas, As Mulheres do Meu País, p.331 e p.297

 

 

O mapa não é o território.
Alfred Korzybski

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

Dramaturgia e a interpretação: Maria Gil
Realização de vídeo e edição de imagem: Joana Linda
Apoio à criação: João Ferro Martins e Tiago Pereira
Comunicação: Sara Cunha
Acolhimento: Casa de Teatro de Sintra – Chão de Oliva, Projeto Palhota Viva
Produção executiva: Teatro do Silêncio

O Teatro do Silêncio é uma estrutura financiada por República Portuguesa – Cultura | Direcção Geral das Artes e pela Junta de Freguesia de Carnide.

DATAS

2022

21, 22, 23 Outubro
Casa do Avieiro, Palhota, Cartaxo

28, 29, 30 Outubro
4, 5, 6 Novembro
Chão de Oliva, Casa de Teatro de Sintra

26 de Novembro
Centro Cultural, Escaroupim, Salvaterra de Magos